fbpx

Avaliar o colaborador pode evitar acidentes de trabalho

As pessoas costumam se comportar de maneiras distintas diante de diversas situações. A princípio, isso faz com que esses comportamentos moldem suas crenças, valores e objetivos. Por isso, as empresas costumam investir na prática de avaliar pessoas para evitar acidentes de trabalho.

Neste artigo, você vai entender mais sobre o assunto. Qual a importância dessa prática? Como os testes podem ser usados para avaliar a saúde e a segurança do trabalho? Confira!

Por que avaliar o colaborador para evitar acidentes de trabalho?

Questões como desatenção, negligência e descuido são as principais causas de acidentes de trabalho. No entanto, eles nem sempre os acidentes surgem por um único aspecto. Ou seja, o fenômeno vem de diversas causas.

No âmbito do trabalho, é preciso entender as situações do dia a dia. Da mesma maneira, vale prestar atenção na conduta da equipe frente ao meio em que atuam.

Dessa  forma, quando alguém passa por um teste psicológico, seu perfil é analisado de acordo com o que se espera de um candidato para a vaga em questão. Nesse sentido, a avaliação consegue analisar mais a fundo e detectar se a pessoa possui ou não propensão a riscos de acidentes.

Como fazer a avaliação?

As avaliações são atividades essenciais para a segurança e o bem-estar dos colaboradores de qualquer empresa. De acordo com o Sistema de Avaliação de Testes Psicológicos do CFP, elas são feitas segundo parâmetros e revisões periódicas.

Assim, os testes psicológicos também são de uso privativo do seu aplicador — o psicólogo. Para isso, usa-se:

  • entrevistas focais;
  • observação;
  • dinâmicas de grupo;
  • avaliações periódicas;
  • provas situacionais.

Quais tipos de testes são bons para evitar acidentes de trabalho?

Existem várias formas de avaliar uma pessoa para evitar acidentes de trabalho. A seguir, veja algumas:

  • teste de liderança. A princípio, analisa o nível de liderança de uma pessoa. Então, percebe se ela é mais democrática, liberal, situacional etc.;
  • teste de produtividade. Descobre como a pessoa pode produzir mais ou como ela gosta de trabalhar (sob pressão, por metas, entre outros);
  • teste de raciocínio lógico. Observa a presença ou não de pensamento lógico para administrar conflitos, dividir tarefas e interagir com os demais colegas de trabalho;
  • teste de atenção concentrada. Avalia o foco e se o sujeito é capaz de concentrar diante de várias situações, e cenários;
  • teste de personalidade. É usado para mapear as características de uma pessoa. Por exemplo, pode indicar os aspectos emocionais. Além disso, vê como o sujeito pode agir em momentos de pressão, conflito, estresse e euforia.

Qual é a importância do teste de personalidade?

Os testes são essenciais para compor um processo seletivo mais completo. Por exemplo, que seja capaz de mapear características que direcionem o comportamento diante de diversas situações do dia a dia no trabalho.

Logo, são formadas equipes mais alinhadas em relação às suas funções. Isso garante ambientes de atuação cada vez mais seguros e saudáveis. Além disso, promove melhores resultados para a empresa.

Consideram-se, então, vários critérios de avaliação para cada função na empresa. O objetivo é entender se a pessoa está apta para trabalhar no seu cargo ou não.

Existem várias outras estratégias precisas quando se trata de avaliar o colaborador para evitar acidentes de trabalho. No entanto, elas se baseiam nesses tipos mais essenciais de avaliação. Todos esses testes são cruciais para a cultura de uma empresa, além de estarem ligados à saúde e à segurança do trabalho.

Agora que você já está por dentro do assunto, não pare por aqui. Então, aprenda qual é o momento certo para aplicar os testes na empresa!

Equipe MAPA

Time de especialistas da MAPA

Compartilhe:

Leia em primeira mão

Assine nossa Newsletter

Receba nossas novidades em sua caixa de email. Não enviamos span.

Artigos Relacionados