fbpx

O papel do RH na prevenção de riscos de acidentes de trabalho

Com o passar dos anos, o setor de Recursos Humanos das empresas foi deixando de ser uma área com viés administrativo e assumiu um papel estratégico. Hoje, promover a saúde física e emocional de toda a equipe é um dos objetivos do RH. Isso inclui, por exemplo, contribuir no quesito segurança de forma a evitar acidentes de trabalho.

Para ajudar as empresas a ganharem destaque no mercado em segurança laboral, contamos com o teste de personalidade MAPA. A princípio, ele possui indicadores para identificar riscos, podendo, por exemplo, mostrar a suscetibilidade de alguém para se envolver em situações de perigo.

Quer saber mais? Então, continue lendo o artigo!

O papel do RH na prevenção de acidentes de trabalho

Sabemos que toda empresa deve prezar pelo bem-estar da equipe. Nesse sentido, verificar equipamentos, cuidar da ergonomia e manter o ambiente em condições salubres são algumas das suas obrigações. Inclusive, é lei proteger a integridade do trabalhador no local de trabalho. Porém, qual é o papel do setor de Recursos Humanos?

Pois bem. Por ter ampla visão do quadro de funcionários e acesso direto à gestão, o RH é peça-chave na segurança e na saúde de uma empresa. Na verdade, ele tem como proposta geral recrutar, selecionar e desenvolver pessoas. Além disso, contribuir para diminuir o risco de acidentes, afastamentos e mortes no ambiente de trabalho. 

Segurança no trabalho

Um dos seus papéis é mapear riscos e funções. Em outras palavras, é missão do RH adotar um conjunto de medidas para prevenir acidentes e doenças. Isso tudo de maneira a preservar o bem-estar físico e mental da equipe. 

Com algumas ações, o setor pode capacitar o profissional a fim de que ele faça as suas tarefas sem colocar em risco a saúde. Isso, de certo modo, aumenta a motivação e a produção da empresa. Além disso, o trabalho se torna um local seguro e saudável, o que também contribui para a redução do índice de absenteísmo e turnover.

Planejamento

Também é função da área planejar junto aos gestores programas de prevenção e conscientização. Então, o setor deve ter como meta perceber os riscos de cada função e fiscalizar para que as regras sejam cumpridas de forma a evitar acidentes de trabalho.

Comunicação clara e eficaz

Empresas comprometidas se empenham em engajar também sua equipe e instaurar uma forte cultura de prevenção e boas práticas. Para isso, apostam em uma comunicação eficaz. Para contribuir para a saúde e segurança de todos, RH e gestão devem caminhar lado a lado estimulando a equipe a expressar opiniões e sugestões.

Afinal, o incentivo leva a uma sensação de pertencimento. Além do mais, fortalece a autoestima da equipe e, assim, aumenta o comprometimento com a empresa e demais colegas. Em resumo, colaboradores bem informados agem com maior responsabilidade no ambiente de trabalho e conseguem influenciar de forma positiva outras pessoas.

Capacitação da equipe

Também é papel do RH promover cursos, workshops e palestras para cada setor/função. Afinal, é preciso instruir o funcionário a executar sua tarefa sem colocar em risco a sua segurança e a de seus colegas de trabalho. 

Por exemplo, em alguns cargos, é preciso o uso de equipamentos de proteção individual (EPI) ou de proteção coletiva (EPC). Sendo assim, o setor deve ensinar como usar, cuidar do incentivo e fiscalização quanto ao uso correto.

Processos eficientes

É essencial que o RH se empenhe em realizar bons processos seletivos. Isso porque a qualidade e competência da equipe contratada terão influência direta no desenvolvimento e aplicação de medidas de segurança.

É por isso que sempre indicamos às empresas o uso do teste de personalidade para seleção de pessoas que estejam alinhadas com a cultura. A amplitude de traços avaliados por esse tipo de ferramenta permite o acesso a resultados mais profundos e eficientes.

Outras dicas para o RH

  • Organizar um cronograma que estimule exames periódicos. O RH pode promover, por exemplo, campanhas de vacinação;
  • Encorajar a prática de atividades físicas e a alimentação balanceada. Aqui, o foco é evitar açúcares, gorduras, frituras e excesso de álcool;
  • Incentivar pequenas pausas durante o trabalho para tomar água e esticar as pernas;
  • Conversar com o diretor da empresa sobre implantar planos de saúde.

Tais ações são preventivas quanto a doenças ocupacionais, o que evita absenteísmo e acidentes.  Além disso, vale dizer que um RH bem treinado faz uma diferença enorme na construção de um ambiente de trabalho saudável, com funcionários conscientes e motivados.

Como o RH pode promover o bem-estar no trabalho?

O clima é um dos itens que contribuem para a qualidade de vida no trabalho. E, assim, para a formação de pessoas mais conscientes. Além disso, está comprovado que um bom ambiente laboral influencia no comportamento do indivíduo. Sabendo disso, promover um local harmônico pode, até mesmo, ajudar na prevenção de acidentes. 

A área de RH pode tentar entender, por exemplo, o que motiva a equipe. São os benefícios? Banco de horas? Qual o nível de satisfação? Entender esses itens pode abrir margem para a criação de melhorias para promover o bem-estar no trabalho. Veja o que o RH pode fazer:

  • Realizar pesquisas internas ;
  • Promover eventos de qualidade de vida, como ioga e ginástica laboral;
  • Realizar treinamentos e eventos internos;
  • Melhorar o fluxo de informações na empresa;
  • Abrir espaço para feedback;
  • Monitorar insatisfações no ambiente de trabalho;
  • Oferecer um espaço de trabalho salubre e seguro;
  • Campanhas de conscientização;
  • Trabalhar a motivação da equipe.

Ao adotar essas ações, é possível deixar a equipe mais à vontade e tranquila para exercer sua função. E, ainda, aumentar a produção e os resultados. 

Teste de personalidade MAPA para evitar acidentes de trabalho

Você sabia que o Brasil é o quarto no ranking de acidentes de trabalho no mundo? Sim. Na verdade, essa informação é da Organização Internacional do Trabalho (OIT).  Outro dado é que mais de 700 mil casos são registrados por ano no Brasil.

Com esses dados, as empresas não podem mais perder tempo quando o assunto é segurança no trabalho. E a MAPA pode te ajudar!

Muito mais do que uma empresa que vende testes, somos uma camada de inteligência em ciências humanas aplicadas no entendimento de pessoas entre as empresas, seus colaboradores ou candidatos. 

O teste de personalidade MAPA, por exemplo, avalia um conjunto de construtos organizadores da personalidade por meio de uma estrutura de fatores testada no Brasil. Estes fatores estão ligados a perfis de trabalho em empresas. Além disso, incluem comportamentos de segurança, produtividade, relacionamento, regulação emocional, entre outros.

Por fim, queremos auxiliar empresas onde o comportamento, a atenção, a cognição e a inteligência são essenciais para preservar vida. Em resumo, estamos onde o risco está presente e as avaliações psicológicas são obrigatórias. 

E, então, quer conhecer as nossas soluções?

Entre em contato conosco!

Wanessa Viegas

Compartilhe:

Leia em primeira mão

Assine nossa Newsletter

Receba nossas novidades em sua caixa de email. Não enviamos span.

Artigos Relacionados