fbpx

Como prevenir acidentes e garantir a segurança do trabalho?

Aspectos emocionais estão ligados à produção e à segurança do trabalho. A saúde emocional da equipe cada vez mais é foco de ações que visam à prevenção de risco de acidente de trabalho. Nós, da MAPA, sabemos o quanto é essencial o cuidado com o bem-estar.

E é por isso que atuamos para ajudar empresas com uma solução completa de diagnóstico, algo que somos referência no Brasil.

Em outras palavras, estamos falando do teste de personalidade MAPA. A princípio, ele pode ajudar a preservar a saúde emocional no trabalho. Além disso, é capaz de perceber risco de acidente de trabalho por meio de dados.

O teste ainda traz as características de cada membro da equipe. Essas podem prevenir ou contribuir com o envolvimento da pessoa em acidentes.

Dados sobre a saúde emocional

De acordo com a Previdência Social, os transtornos mentais são a terceira causa de incapacidade no trabalho. Além disso, dizem respeito a 9% da concessão de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez. Entre 2012 e 2016, as reações graves ao estresse, episódios depressivos e ansiosos foram causa de 79% dos afastamentos no Brasil.

O equilíbrio do sujeito é um dos aspectos que influencia na qualidade de vida. Nesse sentido, ela pode ser prejudicada por fatores como:

  • Excesso de carga de trabalho;
  • Tarefas que não dizem respeito às competências;
  • Políticas errôneas de saúde e segurança do trabalho.

Com os aspectos emocionais alterados, eleva-se o número de ausências e atestados médicos. Dessa forma, a produção e a entrega de resultados pioram.

Vale dizer que a saúde emocional funciona também como medida de segurança. E entender a relação entre trabalho e adoecimento mental é o primeiro passo para a promoção da saúde.

Saúde emocional x segurança do trabalho

O ser humano é um ser biopsicossocial. Assim, é um ser que interage com o ambiente, com as pessoas e com o contexto em que se insere. 

Nesse sentido, aspectos emocionais exercem grande influência. Eles interferem na concentração, raciocínio e memória, por exemplo. Podem, inclusive, aumentar o risco de acidente de trabalho.

Na verdade, os acidentes de trabalho são fruto de diversos fatores. Por exemplo, um dos que ocupam lugar de destaque é o fator humano. Ele compreende:

  • características da pessoa;
  • atitudes negativas com as tarefas de prevenção;
  • aspectos da personalidade;
  • falta de atenção, entre outras.

Transtornos mentais, como a depressão, também produzem alterações. Dessa forma, alteram funções que atuam na formação da memória, raciocínio e percepção.

Assim, a maneira como a pessoa apreende a realidade também é muda. Inclusive, a percepção de risco e perigo . E isso contribui para diminuir a segurança do trabalho. O estresse no trabalho também pode levar a problemas como o abuso de álcool e drogas e distúrbios do sono.

Por isso, é essencial adotar medidas em prol da saúde mental da equipe e prevenir o risco de acidente de trabalho. Inclusive, a prevenção é pauta da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Prevenção de risco de acidente de trabalho

Para diminuir os riscos e impactos de acidentes, é preciso criar ações que promovam a saúde mental. De forma a apoiar a equipe com alterações emocionais significativas. 

Para que as ações sejam eficazes, elas devem fazer incluir aspectos de saúde e bem-estar. Isso com medidas de prevenção, identificação precoce dos riscos, apoio e reabilitação. Vale a pena ter momentos de comunicação clara e efetiva para aumentar a eficácia das medidas.

MAPA como prevenção de risco de acidente de trabalho

A avaliação profissional permite entender suas características levando em conta o contexto. Bem como os indicadores de risco de acidente de trabalho. Com o resultado do MAPA, é possível perceber os traços que podem prevenir ou contribuir, em menor ou maior grau, com o envolvimento da pessoa em acidentes.

Eles dizem respeito à propensão a comportamentos precipitados ou negligentes. Esses, por sua vez, podem aumentar as chances de a pessoa se envolver em um acidente. Esses são os principais motivos causadores de falha humana.

Dito isso, as questões que o MAPA aborda podem ser usadas de forma a relacionar os dados internos da empresa aos indicadores e às dimensões. Assim, é possível ver não somente os fatores de risco para aquele contexto e setor. Mas também o que funciona como fator de proteção.

Além disso, são vistas estratégias para enfrentar o problema. Elas permitem à equipe lidar com as adversidades do trabalho e se proteger do risco, o que garante a segurança do trabalho.

Assim, realizar estudos de prevenção e perceber os fatores psicológicos e aspectos emocionais que tornam as pessoas mais propensas aos acidentes podem fundamentar estratégias mais eficazes para manter o comportamento seguro do empregado e da operação.

Projetos

A MAPA analisa o risco de acidente de trabalho, por meio da execução de projetos da área técnica. Tudo isso com envolvimento de especialistas, junto aos clientes que trazem essa demanda.

Chegou o momento de lutar pela prevenção de acidentes. Entre em contato conosco agora mesmo!

Fabiana Alves

Psicóloga e Analista Técnica na MAPA

Compartilhe:

Leia em primeira mão

Assine nossa Newsletter

Receba nossas novidades em sua caixa de email. Não enviamos span.

Artigos Relacionados