fbpx

Você sabe o que é a inteligência emocional? Aprenda aqui!

A inteligência emocional é um assunto que vem sendo falado nas empresas. Sobretudo no setor de recursos humanos. Este analisa essa característica em profissionais que participam de processos seletivos.

Entender como administrar as próprias emoções é a premissa básica da inteligência emocional. Ela, por sua vez, traz vantagens para as pessoas em todos os âmbitos da vida.

Então, siga a leitura e entenda mais sobre essa prática que ajuda as pessoas a lidarem com as emoções humanas. Confira!

O que é a inteligência emocional?

Podemos definir a inteligência emocional como entender os nossos sentimentos e a forma como os dominamos. Por isso, essa prática se dá por meio do autoconhecimento e da compreensão que certas atitudes, como ações impulsivas, podem prejudicar as nossas vidas.

De maneira geral, as emoções positivas, como a confiança e a segurança, geram ações positivas. Enquanto isso, ações negativas, como o medo e a vergonha, fazem com que ocorram bloqueios.

Ser inteligente é saber lidar com esses sentimentos. Isso de forma a priorizar aquilo que é positivo e descartar aquilo que é negativo no dia a dia.

Quais os principais sinais de uma pessoa que possui inteligência emocional?

As pessoas que possuem inteligência costumam ter uma série de características que podem ser  vistas: têm bom senso, empatia, metas e objetivos claros. Além disso, essas pessoas também conseguem perceber as emoções que estão sendo sentidas pelos outros que estão ao seu redor, como amigos e colegas de trabalho.

Qual é a importância dela para a carreira?

A inteligência emocional é essencial para a carreira, incluindo os cargos de gestão, como gerências e gestão de equipes. Pessoas com essa característica sabem traçar objetivos e têm pleno foco no controle de suas emoções. Assim, contribuem para atingir as metas de uma empresa de maneira mais rápida, por exemplo.

Ter empatia, ou seja, saber se colocar no lugar dos outros, também é crucial para os cargos de gestão. Assim, as ações serão tomadas de maneira mais racional. E isso trará resultados mais sólidos para o trabalho nas empresas.

Como avaliá-la em processos seletivos?

Conforme visto, a inteligência é essencial para certos cargos nas empresas. Desse modo, convém que o RH saiba como avaliar essa característica nos processos das empresas.

Para perceber essa qualidade, é possível fazer entrevistas e também simular algumas situações. Nesse momento, o psicólogo que fará a avaliação e o RH devem analisar se o candidato é inteligente emocionalmente.

A inteligência emocional pode fazer a diferença na sua empresa. Por isso, entendê-la e saber como identificá-la é algo tão crucial. Que tal então mostrar este conteúdo para os seus contatos e, assim, espalhar ainda mais essa ideia? Para isso, basta divulgar o artigo em suas redes sociais para que todos os seus amigos também possam fazer a leitura.

No mais, entre em contato com a MAPA!

Equipe MAPA

Time de especialistas da MAPA

Compartilhe:

Leia em primeira mão

Assine nossa Newsletter

Receba nossas novidades em sua caixa de email. Não enviamos span.

Artigos Relacionados