fbpx

Entenda como fazer a realocação profissional na sua empresa

Sabe aquele colaborador com grande potencial, mas que não está rendendo o que poderia? Fique sabendo que isso não acontece somente em sua empresa. Por ser tão comum, os gestores de pessoas estão investindo na realocação profissional para conseguir recuperar esse colaborador.

A princípio, é possível antecipar esse problema por meio de avaliações de personalidade. Além disso, a realocação é uma ótima saída para garantir que o profissional atue na função ideal.

Se você chegou até aqui é porque tem interesse em aprender um pouco mais sobre o assunto. E, assim, melhorar a gestão de pessoas da empresa. Então, continue a leitura para entender de uma vez por todas como aproveitar as habilidades da sua equipe!

O que é realocação profissional?

Estimulado pelas mudanças nas práticas de administração, o setor de RH vem mudando métodos para cumprir com mais exatidão seu papel na empresa. Dessa forma, a realocação surgiu para somar às atividades de recrutamento e seleção, treinamento, benefícios e outros.

Com o objetivo de direcionar o colaborador para uma função em que poderá render mais, o método permite aumentar a motivação e a produtividade. Além disso, diminuir a rotatividade, evitar sobrecarga de trabalho e estagnação.

A realocação também é ligada à reinserção do profissional após ser demitido ou após um período fora de atividade. Com um bom planejamento, as chances de conseguir o emprego desejado é maior.

Como fazer a realocação profissional na sua empresa?

Inserir o colaborador na função mais adequada requer alguns cuidados. Listamos os principais para você. São eles:

1. Reconheça os talentos individuais

Cada um possui suas preferências, objetivos de vida e talentos. Por isso, não deixe que essas características passem em branco, pois elas são a chave para a satisfação.

O perfil de cada um tem muito a lhe dizer. Uma pessoa que tenha habilidade de comunicação, mas que não tem foco em resultado, pode não ser a melhor opção para o setor de vendas, por exemplo. É nesse momento que o RH deve entrar em ação e analisar qual é o lugar em que ele será mais produtivo.

2. Converse com a equipe

Além de permitir uma análise mais completa para a realocação, dar voz às pessoas aumenta muito a motivação. Talvez a queda de produção não está somente atrelada à função, mas sim a liderança, recursos disponíveis, metas incompatíveis etc.

Questione o que eles gostam de fazer, o que estão sentindo em relação ao trabalho, quais são as ambições e o relacionamento com outros setores. Isso vai te dar mais suporte para a tomada de decisão.

3. Programe treinamentos

Ter o perfil para uma atividade não é a mesma coisa que ter competências. Você pode até acertar na realocação, mas, se não souber preparar o profissional para a nova função, ele pode produzir até menos do que antes.

Esse erro também pode levar à demissão do colaborador, principalmente quando ele se sentir sobrecarregado. Sendo assim, não deixe de programar a capacitação e dar o suporte necessário para essa nova experiência profissional.

4. Avaliação de desempenho

Para saber se sua decisão foi assertiva e impedir que os erros voltem a acontecer, é preciso monitorar o desempenho do profissional realocado com testes de avaliação de personalidade. Eles auxiliam o RH na avaliação do desenvolvimento profissional do colaborador.

Somente com o acompanhamento será possível definir as metas ideais, aproveitar o máximo potencial da equipe e melhorar o gerenciamento.

O método também é muito usado para evitar processos seletivos externos. Por representar um custo alto para a empresa, fora o risco de insucesso, optar por um colaborador para assumir o posto em aberto tem sido uma opção muito eficaz, por já conhecer a cultura da empresa.

Além dessas dicas de realocação profissional, nós temos muito mais informações importantes para o seu negócio. Então, é só nos seguir no Facebook e LinkedIn para ficar por dentro do nosso conteúdo!

Vem com a gente!

Equipe MAPA

Time de especialistas da MAPA

Compartilhe:

Leia em primeira mão

Assine nossa Newsletter

Receba nossas novidades em sua caixa de email. Não enviamos span.

Artigos Relacionados