fbpx

Segurança no trabalho e relacionamento no home office

seguranca-no-trabalho-no-home-office

O relacionamento interpessoal se baseia em relações de diferentes naturezas, entre duas pessoas ou mais. A princípio, ele pode ocorrer em diversos contextos e níveis de envolvimento. Estamos habituados a entender as relações intermediadas através do contato ou proximidade física. Porém, todo contato que ocorre entre uma pessoa e outra já diz de uma relação. Isso independentemente da forma como ela ocorre.

Assim, ao pensar no contexto virtual e de trabalho, só mudamos a forma mais comum de encarar as relações. Assim, dimensionamos novas maneiras de estabelecê-las, de acordo com as necessidades.

No contexto de trabalho, tendo home office como uma opção, é necessário repensar as relações comerciais. Além disso, o relacionamento interno entre equipe e questões de comunicação. Não porque o relacionamento vai deixar de existir, mas porque ele irá se criar de uma forma distinta. E também através de outras estratégias, visto que a dimensão de contato físico estaria perdida.

Outro ponto que merece destaque é a segurança no trabalho. Mesmo estando em casa, é possível caracterizar como acidente de trabalho situações que ocorram durante a execução do serviço. E sabemos que acidentes no trabalho podem gerar custos graves na vida da pessoa. Bem como consequências financeiras e legais para a empresa. Dessa forma, é preciso apostar na prevenção. Então, que tal entender melhor aqui?

Como melhorar o relacionamento interpessoal? 

Ao termos que abrir mão de uma dimensão tão essencial quanto a física, é preciso perceber formas de continuar um contato que favoreça o vínculo e a confiança para sua fluidez. Nesse sentido, a tecnologia é uma aliada.

Videoconferências com câmeras ligadas ajudarão, por exemplo, a equipe a continuar com o contato “olho no olho”. Isso tende a aumentar a sensação de conforto e confiança nas conversas. Isso também vale ao pensar nas novas relações que surgirão. 

Manter contatos constantes, com canais de comunicação abertos, também é crucial para que as pessoas continuem a se sentir perto umas às outras. Não só entre as equipes. Mas, se possível, com envolvimento de toda a empresa.

Encontros online, que não tenham só finalidade técnica, também poderão ajudar nesse contexto. Isso pois a falta de contato físico também diminui a chance de trocas e de conversas informais, sobre questões pessoais ou triviais do dia a dia. Algo que, na verdade, é tão importante.

Novas estratégias poderão surgir com o tempo e de acordo com a necessidade da empresa e da equipe. Sempre será crucial pensar no bem-estar das pessoas. Isso porque um novo contexto pode aumentar os níveis de ansiedade das equipes. Com isso, eleva a importância do acolhimento a esse sentimento e posterior busca por sanar essa falta referente às relações.

Parceria e disponibilidade serão pontos de partida essenciais para que o novo seja mais gentil e mais adaptável a todos.

Como ter segurança no trabalho no home office?

A Reforma Trabalhista regulamentou o trabalho virtual no art. 75. Da mesma forma, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) dispôs que a empresa deve instruir a equipe quanto às precauções que devem ser tomadas a fim de evitar doenças e acidentes de trabalho.

Por exemplo, é obrigação da empresa:

  •  Fornecer instruções orais, audiovisuais e escritas. Isso para que o trabalhador adeque à sua casa, ao seu home office;
  • Oferecer boas práticas de boas posturas;
  • Oferecer práticas que vão evitar os acidentes de trabalho;
  • Fiscalizar se a equipe está ou não cumprindo as regras.

Há diversos riscos a respeito da segurança no trabalho, mesmo no home office. Podemos citar os riscos ergonômicos e psicossociais, por exemplo. Existe, ainda, a chance de a pessoa adoecer e saber que a sua doença possui nexo causal com a função que exerce em sua própria casa.

Como a MAPA pode te ajudar?

Cuidar da segurança no trabalho de forma a prevenir acidentes é um ponto de interesse para as empresas. O o Ministério do Trabalho, por exemplo, criou as Normas Regulamentadoras (NR). Elas consistem em obrigações a serem cumpridas pelos trabalhadores e empregadores. A ideia é garantir um trabalho seguro e sadio. De forma a prevenir doenças e acidentes de trabalho.

Mas, além delas, temos por aqui um teste psicológico que consegue identificar diversos traços de personalidade. Ele leva em conta as suas características e competências, ao observar também o contexto.

A metodologia analisa aspectos emocionais e corporais. Assim, pode traçar a propensão ao comportamento negligente devido a questões como vulnerabilidade, desânimo, ansiedade ou até mesmo ao consumo de bebida.

Da mesma maneira, busca entender mais sobre a saúde física e as habilidades de cada um. Nesse sentido, mais do que garantir a segurança no trabalho, o teste fornece uma gama de informações que se referem às potencialidades e pontos a desenvolver de cada um dos membros da equipe.

Quer saber mais? Então, solicite uma apresentação!

Giulia Ladeira

Psicóloga e Analista Técnica na MAPA

Compartilhe:

Leia em primeira mão

Assine nossa Newsletter

Receba nossas novidades em sua caixa de email. Não enviamos span.

Artigos Relacionados