fbpx

Você está preparado para demitir um funcionário?

Os funcionários, normalmente, são demitidos porque não cumpriram normas, metas ou expectativas de comportamento, ou por uma combinação dessas variáveis. Demitir um funcionário é sempre o último passo de um processo relativamente formal e estruturado: mede-se o desempenho, oferece-se treinamento adicional ou recursos, estabelecem-se metas e prazos para a melhoria de desempenho, acompanha-se o progresso e documenta-se cada passo por escrito. Isso não só protege a empresa, como também ajuda a garantir ao empregado que foram oferecidas todas as chances de sucesso. Agora, se nada disso deu certo, preparamos estas dicas para evitar embaraços na hora de fazer uma demissão.

Tenha uma testemunha presente

Embora não seja essencial, ter alguém na sala elimina o risco de o empregado, mais tarde, alegar que você disse e fez coisas que não aconteceram. O seu trabalho é proteger a empresa, portanto ter uma testemunha na sala é mais seguro — é melhor do que remediar.

Saiba o que você vai dizer

Nunca comece dizendo: “Olha, eu não sei como dizer isso…” Você está certo sobre o que dizer, apenas está desconfortável. Evite, também, falar: “Olha, isso é muito difícil para mim…” Quem se importa se é difícil para você? Dizer coisas desse tipo só agravam a situação. Seja claro e sucinto. Tente começar assim: “Fulano, eu sinto muito, mas temos que dispensá-lo.”

Caso você tenha feito o seu trabalho corretamente, seguido o processo, não vai haver razão para explicar exaustivamente o porquê. Fulano já sabe. Não importa quantas pessoas você tenha dispensado antes, você sempre se sentirá desconfortável, e isso faz com que se sinta tentado a falar muito. Contenha-se. Atenha-se ao ponto e seja profissional. Não se sinta mal por não dar conselhos nesse momento — o empregado não tem quase nenhum interesse em ouvi-lo agora também.

Nunca discuta

Muitas pessoas, no momento em que são demitidas, agem com calma. Algumas ficam bravas. Outras tentam argumentar, e há as que ficam desesperadas, e até choram. Não importa qual seja a reação delas na sua frente, não se deixe ser sugado para dentro de um argumento. O seu único objetivo é tratar o funcionário com compaixão e respeitosamente. Se você tem certeza da sua decisão e possui toda a documentação para apoiar, não há argumento. Basta dizer: “Fulano, eu vou deixar que fale sobre isso, mas você deve compreender que nada do que diga vai mudar essa decisão.” Deixe que ele desabafe, mas fique longe de argumentos ou debates. Discutir questões sobre sua decisão, quase sempre, faz com que o funcionário se sinta pior e pode dar margem para que ele abra processos legais se você falar sem pensar.

Não ofereça ajuda

Se você está despedindo um empregado, há muitos poucas maneiras de ajudá-lo. A principal é conseguir outro emprego (se você o colocando para fora da empresa devido a alguma falha no trabalho obviamente ê não correrá o risco de indicá-lo). Portanto, jogue fora os bem-intencionados chavões, como: “Se há alguma coisa que eu possa fazer, é só me avisar…” Quase sempre, não há uma gota de verdade nisso. Diga somente em casos raros em que você realmente quer e pode ajudar. É muito mais honroso e digno dizer: “Se você tem dúvidas sobre os benefícios, contracheques finais ou outros detalhes, ligue para mim. Eu vou te esclarecer a respeito de tudo.” Mas nunca ofereça para fazer coisas que você não pode fazer. Basta dizer: “Aqui não deu certo, mas desejo-lhe o melhor.” Dê um aperto de mão, olhe nos olhos e se despeça.

Lembre-se: quando você demitir um funcionário, tudo é sobre ele, e não sobre você, os seus sentimentos não importam. Seja profissional, compreensivo e atenha-se aos fatos. Seja respeitoso e ouça o que ele deseja falar — isso é o mínimo e também o máximo que você pode fazer na hora de demiti-lo.

E você, o que achou do nosso post? O que mais você acredita ser importante na hora de fazer uma demissão? Esperamos suas impressões e opiniões nos comentários!

 

Equipe MAPA

Time de especialistas da MAPA

Compartilhe:

Leia em primeira mão

Assine nossa Newsletter

Receba nossas novidades em sua caixa de email. Não enviamos span.

Artigos Relacionados